SOTOZEN-NET > Prática > Calendários de eventos do Soto Zen > Inverno > Rohatsu Sesshin, Jodo-e, Danpi Sesshin

Rohatsu Sesshin, Jodo-e, Danpi Sesshin

Rohatsu Sesshin 1 a 8 de dezembro

Na semana do dia 1, até o amanhecer de 8 de dezembro os alunos do Zen submetem-se em realizar o treinamento de zazen no chamado Rohatsu Sesshin. Esse treinamento deu-se início com a Iluminação de Buda. Realizamos o treinamento pelo qual passou Buda durante uma semana, participando do Rohatsu Sesshin. Durante o período, muito destes enfrentam o frio para realizar o treinamento do zazen. Sem a interferência de problemas exteriores, é um período no qual habilita o praticante a realizar tranqüilamente o treino de zazen, igual a uma montanha ou a uma enorme rocha. Poderá sentir dores nas pernas, devido o prolongado período sentado, entretanto ao manter-se firme o sentimento e não relaxar, se criará um ambiente grandioso e seremo não expresso mais em palavras. Quanto mais nos debatemos a fim de satisfazer nossas ambições, nos fechamos cada vez mais. Ao invés disso, no momento em que nos lançamos de corpo e espírito no grande oceano de Buda, a natureza de Buda que encontra em cada um de nós, naturalmente começará a manifestar-se. Num período de uma semana, o treino consiste em abandonar-se a Buda.

Cerimônia Comemorativa do Despertar (da iluminação) de Shakyamuni Buda (Jodo-e) 8 de dezembro

Em 8 de dezembro comemoramos a realização do Caminho por Shakyamuni Buda. Depois de muitos anos de difíceis práticas ascéticas, Shakyamuni sentou em zazen embaixo da árvore Bodhi. Na manhã de 8 de dezembro, Shakyamuni viu a estrela da manhã e ao realizar o despertar (ao realizar a iluminação), ele tornou-se Shakyamuni Buda. Ele não era mais uma pessoa comum, ao invés disso, atingiu a suprema claridade através da qual é possível libertar toda a humanidade.

Na Escola Soto Zen, nós chamamos esse dia Jodo-e e realizamos uma cerimônia como gesto de nossa gratidão a Shakyamuni Buda. Também é costume praticar zazen nesse dia.

Danpi Ho-on Sesshin 9-10 de dezembro

Em 9 e 10 de dezembro, decorre a cerimónia Danpi Ho-on Sesshin e zazen intensivo. Danpi significa cortar a mão, um episódio que ilustra a devoção do Segundo Patriarca Eka. Na noite de 9 de dezembro, em 520 d.C., o Segundo Patriarca Eka visitou o Primeiro Patriarca Bodhidharma e permaneceu ao ar livre, sob uma tempestade de neve e sem dormir. Quando o avistou, o Bodhidharma perguntou-lhe: “Porque ficas aí fora na neve? O que procuras?” Eka implorou, em lágrimas: “Por favor, ensina-me a verdade do Dharma de Buda e salva-me.” Bodhidharma enfraqueceu-o com as palavras: “O verdadeiro ensinamento não pode ser obtido de forma indiferente, mas apenas com sofrimento.” Ao ouvir estas palavras, Eka tirou uma espada que escondia e cortou o próprio antebraço esquerdo para demonstrar a sua determinação. Por esta atitude, foi admitido e despendeu seis anos em instrução intensa. Seguiu em viagem para difundir o Dharma de Buda e tornou-se o Segundo Patriarca. O Danpi Ho-on Sesshin é o momento para celebrar a sua dedicação. No dia da celebração, os monges meditam sem dormir, durante todo o dia e toda a noite.