• messenger
  • Perguntas e Respostas
  • Contactenos
  • Pesquisar
Close

SOTOZEN-NET > Actividade > Trabalho Missionário Internacional > Comunidade budista Soto Zen do Havaí

Comunidade budista Soto Zen do Havaí


Each year large numbers of members take part in making O-bon offerings to ancestors at Shoboji.

Situado no meio do Oceano Pacífico, o Havaí é um lugar onde os intercâmbios entre o oriente e ocidente têm sido realizados por muitos anos. O Havaí é também bastante conhecido por ser um paraíso tropical e é visto como o destino ideal de férias por muitos pelo mundo. O Havaí criou seu estilo de vida único por integrar a herança própria da ilha com várias culturas e costumes que foram trazidos por grupos imigrantes. O budismo, que chegou ao Havaí com os imigrantes japoneses, tem sido uma parte do cenário da ilha por mais de um século. Os templos budistas assumiram papéis vitais ao suprirem as necessidades espirituais e culturais dos primeiros imigrantes japoneses que, apesar das duras condições de trabalho, promoveram o apoio à indústria açucareira havaiana. Hoje em dia a população nipo-americana consiste principalmente da terceira e quarta geração. O budismo continua a desempenhar um papel importante na sociedade havaiana. Contudo, é bastante óbvio para todos que a terceira e quarta geração de nipo-americanos está perdendo os valores culturais tradicionais e herança que as gerações anteriores haviam passado. Face a esta tendência, o desafio para os templos budistas atuais é assustador. como fazer o budismo e tradição Japonesa serem relevantes e vitais às gerações atuais e as gerações vindouras de japoneses no Havaí.

Os templos budistas no Havaí foram fundados após um acordo de contrato de trabalho assinado entre o governo havaiano e o governo japonês em 1885. Os primeiros imigrantes no Havaí sentiam a necessidade de ter o apoio de sua fé budista e começaram a fazer petição a seus respectivos templos sede no Japão para que o clero budista viesse ao Havaí. Em outros casos, sacerdotes budistas vieram ao Havaí por conta própria pois estavam cientes das lutas dos primeiros imigrantes. Estes sacerdotes viviam nas áreas de onde os imigrantes vieram. (No caso da escola Soto Zen, as prefeituras de Hiroshima e Yamaguchi eram as duas áreas. Em ambos os casos, templos e salões de reunião eram construídos com os fundos gerados pelos primeiros imigrantes e estes prédios logo se tornaram as sedes para os "Kenjin Kai" ou clube para mesmo lugar de origem. Assim sendo, os templos budistas assumiram a responsabilidade da educação da língua japonesa para filhos de imigrantes. Muitos templos começaram escolas de língua e cultura japonesa em seus estabelecimentos. Através destas atividades os sacerdotes budistas tornaram-se não somente os líderes espirituais mas também educadores da cultura japonesa.
Além disso, é importante mencionar que as esposas dos ministros trabalharam arduamente junto aos ministros para ajudarem a realizar as várias responsabilidades de templo.


Em 2001 a missão havaiana realizou o memorial preliminar para o 750º aniversário da chegada de Dogen Zenji ao estado Nirvana.

A escola Soto Zen de budismo começou o seu esforço de divulgação da mesma maneira como outras escolas de budismo. Foi no ano de 1903 que a foi aberto o primeiro local designado em todas as ilhas. Após assegurar sua fundação em 1921, a escola Soto Zen realizou uma grande reunião para comemorar o recém construído Betsuin, o templo sede. Arai Sekizen Zenji, o abade do templo principal Sojiji no Japão, veio ao Havaí para esta ocasião. Após este evento auspicioso, Arai Zenji permaneceu no Havaí, visitando várias escolas Soto Zen pelas ilhas e presidiu o "Jukai-e" (Cerimônias de iniciação na doutrina) para membros. Por causa de seus esforços e dedicação, ele é venerado como o professor pioneiro entre os seguidores Soto Zen do Havaí até hoje.

O escritório do budismo Soto Zen do Havaí, com o seu perfil mencionado anteriormente, tem o seu escritório administrativo dentro da missão Soto do Havaí, Betsuin Shoboji, que fica localizado próximo ao Consulado Geral do Japão, numa área central de Honolulu. Dentre várias mudanças um total de 9 templos escola Soto Zen têm servido a seus membros durante o decorrer do século. Os nove templos são os seguintes: Shoboji e três outros templos em Oahu (Taiheiji em Aies; Taiyoji em Waipahu; Ryusenji em Wahiawa): Mantokuji em Maui; Guzenji em Molokai; Zenshuji em Kauai; Taishoji em Hilo e Daifukuji em Kona na grande ilha do Havaí.

Até o momento existiram 6 Sokans, que também serviram como monges principais no templo Betsuin da Soto Shu Havaí. Rev. Hosen Isobe (1918-1922), Rev. Zenkyo Komagata (1938 - 1970), Rev. Zenshu Komagata (1972 -1975), Rev. Koryu Oyama (1975 -1981), Rev. Gyokuei Matsuura (1981 -1997).

Desde 1997 o sexto e também diretor atual, o Rev. Jiho Machida tem trabalhado no escritório do budismo Soto Zen do Havaí para divulgação. A função deste escritório tem se expandido desde o momento de nomeação do diretor atual. Recentemente, dois grandes eventos: O ¨750º memorial no Havaí para Dogen Zenji¨ e ¨a celebração do centenário de Soto-Shu no Havaí¨ foram planejados e organizados pelo escritório do Sokan. Ambos eventos obtiveram um sucesso brilhante. Além disso, recentemente, cada templo celebrou com sucesso o seu respectivo aniversário. Ainda temos fresco na memória o fato de que a Escola Soto Zen tomou um importante passo em direção ao futuro.

Desde o seu começo, cada templo da Escola Soto Zen tem sido fundado e mantido por contribuições financeiras de seus próprios membros. Isto faz com que os templos do Havaí sejam únicos pois os templos são responsáveis por sua própria administração. Contudo, baseado no fato de que cada templo segue às mesmas doutrinas da Escola Soto Zen, a organização chamada Associação da Missão Soto do Havaí foi criada. Membros desta organização consistem de sacerdotes e membros designados do templo (Delegados) de cada templo. Esta organização se reune duas vezes por ano e almeja criar relacionamentos de confiança entre os templos de todas as ilhas havaianas. A associação de mulheres Sotoshu do Havaí, que não serve somente como uma organização de apoio para cada associação de mulheres do templo, mas também dá oportunidades às membras para trocarem idéias a fim de desempenharem um maior papel em cada das atividades do templo. O papel das mulheres nos templos locais é uma outra característica única da Escola Soto Zen do Havaí. Sabe-se bem que suas contribuições são vitais para os eventos de sucesso e atividades de cada templo.

Através dos 100 anos de história, a Escola Soto Zen do Havaí tem seguido o princípio de vida doutrinal ¨Shushogi¨. Especialmente seguindo a viagem de Arai Zenji pelas ilhas havaianas, cada templo fundou um ¨Busshin-Kai¨(Grupo com a mente de Buda) e enfatizou a prática de ¨Zenkai Ichinyo¨ (A unidade de Zen e as doutrinas). Na América do Norte e Europa a prática do Zazen (Meditar enquanto está sentado) é o foco do alcance Zen. Contudo, no Havaí, os sacerdotes Soto Zen tornam-se uma parta das vidas dos membros e assumem o papel de guias espirituais para que os membros possam alcançar paz.

Atualmente, a média de idade dos membros principais do Havaí é de 75-80 anos. Há um senso de urgência em delinear planos e estratégias para adicionar membros ativos de todas idades e etnias. Não se sabe se a próxima geração receberá o budismo (Escola Soto Zen) visto que a transição de ¨religião da família¨ e ¨religião individual¨ não foi totalmente realizada entre a população budista do Havaí. É indispensável que nossos esforços de divulgação devem estar focalizados em fazer o budismo mais relevante e familiar à nossa juventude. Para alcançar este objetivo, sacerdotes nascidos no Havaí, que falam a mesma língua e entendem os costumes locais, tradições e estilo de vida, são urgentementes necessários. O Escritório do budismo Soto Zen no Havaí tem a obrigação de formar tais sacerdotes a fim de suprir as necessidades da população multiétnica do Havaí.

Dogen Zenji deixou o Japão e estudou na China a fim de aprofundar seus conhecimentos do budismo. Após sua volta ao Japão, ele abriu um monastério e treinou a geração seguinte de professores Zen sem ter de mandá-los para a China. O mesmo se aplica ao Havaí. A não ser que formemos nossos próprios sacerdotes que entendem a tradição local e estilo de vida, não poderemos fundar uma Escola Soto Zen enraizada no Havaí. O escritório do budismo Soto Zen no Havaí para divulgação, mantendo uma boa comunicação com cada sacerdote e seu templo, continuará a se dedicar a ser o tipo de instituição que traz paz a seus membros.

(Traduzido por Michael Nakade)

Budismo Soto Zen, Escritório do Havaí

Escritório do budismo Soto Zen no Havaí
(Missão Soto Zen do Havaí, Shoboji)


Assim como no Japão, a dança O-bon é um evento tradicional do verão no Havaí.

Soto Zen Buddhism Hawaii Office Details

view map
Hawaii
Endereço: 1708 Nuuanu Avenue, Honolulu, HI 96817 U.S.A.
Telefone & Fax: 1-808-538-6429
Mail: info@sotozenhi.org